Artigo Exclusivo Matéria Exclusiva

CONFIRA OS GAMES MAIS AGUARDADOS PARA ESTE ANO!

Compartilhe este artigo

O ano de 2019 teve alguns games marcantes e importantes para a indústria dos jogos. Eleito como o melhor jogo do ano em muitos eventos do segmento de games, Sekiro: Shadows Die Twice segurou quase um ano inteiro para levar suas premiações; isso porque o jogo tem muita qualidade! Também foi o ano de bons remakes, como a repaginação surpreendente de Resident Evil 2. Ou até mesmo um ano que ofereceu um novo gênero – ainda indefinido – ao mercado, como foi o caso de Death Stranding. O importante é que a indústria dos jogos não parou sequer um segundo de produzir obras primas.

Mas 2020 parece que vai surpreender mais ainda! Com uma lista enorme de games muito esperados, nós trazemos alguns deles para falar mais sobre. Já leve em conta que contabilizamos importantes remakes nesta lista. E você vai entender por quê.

THE LAST OF US PARTE: 2
(PS4 – Naughty Dog)

Como já sabemos, a Naughty Dog sempre foi muito de segurar seus games e fazer loooongos processos de produção. Durante o desenvolvimento dos jogos da franquia Uncharted, o estúdio provou que é craque em prorrogar, segurar e fazer muita publicidade e hype em cima de seus produtos. Não foi diferente com o primeiro capítulo de The Last of Us. E não está sendo diferente com o capítulo 2 desta história, que chega em maio (tendo o lançamento prorrogado uma vez). Não será surpreendente, no entanto, se a empresa lançar ainda mais além. Mas de uma coisa, a gente não duvida: a qualidade dos games da ND, desde que entrou para o mundo tridimensional dos jogos com Crash lá em 1996, é excepcional.

Em The Last of Us Parte: 2, o que sabemos até então é que você terá Ellie sob controle principal e é possível que possa jogar com Joel também. O jogo se passará alguns anos depois do primeiro e irá muito além do que já vimos. Haverá muito mais inimigos humanos (conscientes), vindos de grupos de sobrevivência e de um tipo de seita da qual ainda não foi explicado muito detalhe. O jogador também terá que lidar com adversários muito mais inteligentes. Até mesmo a batida do seu coração será decisiva no fator stealth; silêncio será um grande desafio. No entanto, você poderá optar entre ficar se esgueirando e se escondendo pra não ser descoberto ou simplesmente tacar o louco e sair dando tiro e paulada em todo mundo – o que não parece ser algo muito recomendável.

The Last of Us Parte: 2 é um game exclusivo para Ps4.

 

RESIDENT EVIL 3
(Ps4, Xbox One, PC – CAPCOM)

Parece estranho colocar remakes em uma lista de jogos futuros. Mas isso se justifica muito. Desde o lançamento de Resident Evil 2, no ano passado, o público gamer entendeu e se encantou pelo jogo muito bem elaborado da CAPCOM. Houve um grande cuidado com o conteúdo do título, além do acréscimo de materiais extras e mais história. Com a tecnologia de captura de movimentos, os personagens ganharam inúmeras feições diferenciadas. O ângulo de câmera, que antes era estática, agora veio para trás do personagem, tal qual passou a acontecer a partir de Resident Evil 4. Assim sendo, Resident Evil 2 Remake foi um sucesso de crítica e esteve entre os concorrentes de melhor jogo do ano passado. Parece que o terceiro game tece o mesmo caminho.

Resident Evil 3 – que antes tinha o subtítulo de Nemesis – conta os episódios ocorridos 24 horas antes de Resident Evil 2. Jill Valentine, a protagonista, está sendo abrigada por uma família enquanto a cidade inteira de Raccoon City está em caos total, com zumbis por todos os lados. Na busca de investigar o que está acontecendo, sobreviver e fugir da zona de perigo, Jill acaba se deparando com Nemesis, uma criatura monstruosa que tem o objetivo de eliminar os policiais da STARS, da qual a personagem faz parte. E a partir daí, é o desespero total. Jill acaba encontrando outros personagens no caminho, para ajuda-la a resolver enigmas e explicar o que viram. É um game cheio de suspense, terror e considerado pela crítica como o melhor Resident Evil já criado.

Está anunciado para abril deste ano. Muitíssimo aguardado!

 

DARKSIDERS: GENESIS
(Ps4, Xbox One, Switch – THQ Nordic)

Este jogo é diferente de tudo o que você já viu sobre Darksiders. A guinada para o jogo isométrico talvez tenha se dado porque a THQ Nordic, criadora e produtora do game, não estava tendo bons resultados no game em terceira pessoa. Desde que o estúdio mostrou Genesis, causou um espanto positivo no público gamer e também no mercado de jogos. Produzido no estilo Diablo, o game usa o “zoom out” de subterfúgio para gráficos mais leves, mas isso não o faz menos rico em detalhes. Pelos trailers e gameplay que já foram mostrados, está maravilhoso.

Em Darksiders: Genesis, a história será baseada em dois dos cavaleiros do Apocalipse, representados pro Guerra e Conflito. Muito mais sombrio do que os jogos anteriores e, aparentemente, mais violento, o game possibilitará partidas multijogador e seguirá os padrões de um jogo isométrico, mais puxado para a estratégia e RPG. Há poucos títulos do gênero nos consoles e, com certeza, Darksiders: Genesis será bem recebido. O jogo, aliás, já está disponível para PC e Stadia desde dezembro, mas só vai chegar aos consoles em fevereiro.

 

NIOH 2
(Ps4 – Team Ninja)

O primeiro NiOh foi lançado timidamente. Produzido por um estúdio independente, pouca publicidade foi feita a respeito do jogo. Mas quando o título chegou nas mãos dos gamers, tudo o que se tinha era qualidade. Muito inspirado nos jogos da série Souls, o primeiro NiOh exigia reflexos e furtividade no combate contra os inimigos e também na exploração dos cenários. A Team Ninja então, está dando sequência ao primeiro NiOh, com este segundo game, mais bonito graficamente e mais expandido.

Em NiOh 2, você continua com o mesmo objetivo. É um samurai em busca de sobrevivência em um mundo de criaturas caóticas. Os cenários e o design gerão são bem inspirados no Japão antigo, apesar do jogo ter uma paleta de cores bastante escura. Você criará seu personagem do zero, com os traços e roupagens que melhor lhe aprouverem. NiOh 2 está previsto para março, exclusivamente para Ps4 até o momento. Existe um beta aberto para alguns jogadores desde novembro, para que o estúdio aperfeiçoe ainda mais o fator gameplay do título.

 

CYBERPUNK 2077
(Ps4, Ps5, Xbox One, Xbox Series X, PC – CD Projekt Red)

O primeiro sinal de fumaça de Cyberpunk 2077 foi com um clipe lá em 2012. Sim, fazem 7 anos que os produtores da CD Projekt Red (responsáveis pela trilogia The Witcher nos jogos), sinalizaram o desenvolvimento do game. Desde lá, tivemos um longo hiato até que outro trailer fosse divulgado, já com o gameplay e a história de um mundo andrógeno e futurista. O salto técnico em relação a todos os jogos que você já conhece é extraordinário. São gráficos avassaladores, algo que não se via há muito tempo. Somado a isso, o currículo da CD Projekt Red aumentou ainda mais a aposta de que o jogo será incrível, muito embora não seja longo como The Witcher 3.

Em Cyberpunk 2077, você estará 77 anos no futuro, onde o mundo continua lidando com contrastes. Pobreza e riqueza, paz e violência… está tudo alí, mas adaptado para um ambiente com novas tecnologias. Os humanos podem usar próteses para substituir órgãos vitais ou membros do corpo e isso virou não só um fator de sobrevivência, mas também algo estético. Há subúrbios repletos de miséria e lugares altos onde vivem os burgueses. Como protagonista, você terá de tomar muitas decisões e elas definirão o andar da carruagem, podendo mudar tudo na trama. Você também vai poder ter um comportamento mais agressivo ou mais pacífico, modificar seu corpo de acordo com suas necessidades e viver no mundo aberto do game, que é surpreendente. Infelizmente, não terá como se verticalizar no jogo: não pilotará carros voadores, exceto em missões específicas.

Cyberpunk 2077 chega em abril e contará com participações de celebridades. Destaque para Keanu Reeves.

 

GHOST OF TSUSHIMA
(Ps4 – Sucker Punch)

Este talvez seja o game mais envolto em mistérios desta lista. Apesar dos trailers divulgados até então, pouco se sabe sobre o enredo. A principal informação é que também será um jogo de ninjas e samurais, se passando no Japão Medieval. O estúdio que está desenvolvendo o jogo, Sucker Punch, já anunciou que é o título mais longo e bem produzido que já fizeram. Podemos concordar. O jogo é tecnicamente lindo, como podemos ver na gameplay que saiu no último trailer. A ambientação, os gráficos, o modo de batalha, tudo… são estas as razões que nos dão ainda mais hype!

Ghost of Tsushima é muito esperado desde sua primeira aparição, na E3 2018. Há uma janela de lançamento entre junho e novembro deste ano.

 

FINAL FANTASY VII REMAKE
(Ps4, Ps5 – Square Enix)

O gran finale dessa matéria! Uma das maiores obras-primas já criadas para os videogames e também na indústria do entretenimento, Final Fantasy VII teve seu jogo original lançado em 1996, tendo recebido alguns aperfeiçoamentos posteriores para PC e consoles mais recentes. Originalmente era pra ter sido lançado para o Nintendo 64, mas a Square realmente se atraiu pela ideia de produzir o jogo em CDs, podendo produzir animações em CGi, algo que se tornou uma febre nos jogos que se seguiram. Final Fantasy VII tem tudo o que se espera de um jogo, especialmente enredo. Temos que assumir que a primeira versão pode ter envelhecido um pouco mal por ser 3D (formato que fica obsoleto muito rápido), mas ainda é melhor do que muitos jogos das gerações que vieram depois, incluindo a atual.

Em Final Fantasy VII, você controla Cloud Strife e outros companheiros de equipe numa luta que toma proporções maiores a cada momento. Inicialmente, Cloud é um mercenário e entra pra equipe da AVALANCHE, grupo coordenado por Barret Wallace, que hoje poderia ser entendido até como um grupo terrorista, dado as circunstâncias do mundo atual. Mas eles estão mais para Green Peace, uma vez que o objetivo é derrubar a Shinra e sua exploração dos recursos naturais do planeta, principalmente energia Mako, que é o que abastece a cidade como um todo em várias frentes. Cloud parece não se importar muito com isso no começo, mas as coisas vão mudando à medida que o jogo avança. Vale observar que o Remake será dividido em partes. Esta primeira será sobre Midgar, a cidade sob o comando da Shinra. Já sabemos que o game será muito mais amplo do que a versão original neste trecho e você terá muito mais missões a fazer dentro de Midgar. Também foram inseridos alguns personagens. Mas o melhor é que Jessie, Biggs e Wedge ganham mais densidade na trama do jogo, cada um com sua história. E isso é sensacional! Por fim, toda a história original será contada e isso, por si só, já é a chave! E os gráficos e interface? Ah… não precisa dizer, é só você ver com seus próprios olhos:

Final Fantasy VII Remake chega em março.

Joinville Games
A Joinville Games é uma loja especializada em venda, locação e assistência técnica de video games.
http://www.joinvillegames.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *